Posse que é serviço

No chamado Dia da Posse ou Celebração da Posse do novo Bispo, podemos perguntar-nos: O que significa mesmo alguém tomar posse na Igreja? Certamente não tem nada a ver com ser dono e acumular bens ou riquezas; nem oportunidade para se tornar mais poderoso em posses. No verdadeiro espírito de Igreja, que sempre deve vir do Evangelho, tomar posse significa tornar-se responsável pela administração da multiforme graça de Deus para as pessoas que são confiadas a alguém. Logo, o sentido primeiro para a expressão jurídica tomar posse é colocar-se a serviço, é doar-se para os outros, enfim, é amar, é dar a vida. Jesus ensinou que Ele não veio para ser servido, mas para servir e dar a vida em resgate por muitos e, ao transmitir o mandamento do amor, lavou os pés de seus discípulos. Em relação ao novo Bispo, sua posse significa, portanto, início do ministério, do serviço ao Povo de Deus que lhe é confiado pela Igreja, que nós chamamos: Diocese ou Igreja Particular.

No simbolismo Pastor-Ovelhas, a posse significa que o Bispo, como pastor, em nome do Senhor, inicia o cuidado das ovelhas que lhe são confiadas para o pastoreio. Por isso o bispo usa um símbolo significativo: o báculo ou cajado, instrumento para dirigir, orientar e proteger as ovelhas.O Papa Francisco, no documento A Alegria do Evangelho, diz que o Bispo precisa favorecer a comunhão missionária na Igreja: “Às vezes por-se-á à frente para indicar a estrada e sustentar a esperança do povo, outras vezes manter-se-á simplesmente no meio de todos com sua proximidade simples e misericordiosa e, em certas circunstâncias, deverá caminhar atrás do povo, para ajudar aqueles que se atrasaram e, sobretudo, porque o próprio rebanho possui o olfato para encontrar novas estradas”.

O Bispo, em seu ministério, também deverá ser profeta, aquele que fala em nome de Deus, quando ensina, que anuncia incansavelmente a Palavra de Deus; se torna sacerdote, como aquele que celebra os mistérios de Deus, qual pontífice (pontifex = faz ponte) que santifica a vida da porção do Povo de Deus pelo qual se torna responsável. Portanto, as principais tarefas, serviços, ministérios do Bispo, a partir de sua posse, são ensinar (Palavra de Deus), santificar (celebração) e orientar (direção) o Povo a ele confiado. Evidentemente, ele não está só nesta sublime missão, pois ele está ligado à toda Igreja, Povo sacerdotal pelo batismo, pelo qual todos se tornam também discípulos missionários (DAp). Fazem parte especial do sacerdócio do Bispo os presbíteros, inclusive, são ordenados por ele como seus colaboradores. Surge, assim, a comunhão sacerdotal ou fraternidade presbiteral, em que o bispo deve ser o sinal da unidade.

Fonte CNBB

Comentários estão fechados.