Dia Nacional Mariano: Santuário Nacional convida a rezar pelo Brasil

A partir deste mês de janeiro, o Santuário Nacional de Aparecida celebrará em todo dia 12 de cada mês o “Dia Nacional Mariano”. A iniciativa é considerada um fruto dos festejos dos 300 Anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida, celebrados em 2017, e pretende convocar todos os fiéis para um dia de oração pelo Brasil.

Segundo o reitor do Santuário Nacional, padre João Batista de Almeida, o dia 12 já é considerado uma data especial de oração. “Começou com a cerimônia do manto em uma capela reservada, depois esta cerimônia foi trazida para o altar central com a celebração da coroação de Nossa Senhora – em preparação para a grande coroação do mês de outubro – e, a partir daí, nós tivemos esta inspiração de continuarmos, em cada dia 12, com um momento de oração”, contou o sacerdote.

O “Dia Nacional Mariano” estará ligado a outro projeto iniciado também neste mês de janeiro no Santuário Nacional, a campanha “Eu sou o Brasil Ético”. A iniciativa convoca os cristãos a refletirem sobre os valores que pautam suas ações e, assim, tomar atitudes concretas para construir um país diferente. De acordo com o padre João Batista, enquanto o dia 12 incentivará a oração, o outro projeto do Santuário irá além.

“Nós queremos mais do que rezar pelo Brasil, provocar no povo brasileiro o desejo de ser de fato ético, referência. (…) A sociedade, como um todo, precisa olhar para um devoto de Nossa Senhora Aparecida e sentir: ‘Opa, este aqui é um devoto de Nossa Senhora’. Nós temos que ser éticos e ser ético é contribuir para que outra pessoa também tenha uma vida de qualidade”, afirmou o sacerdote.

A data é, de acordo com o padre João Batista, além de uma oportunidade de celebrar o “reencontro” da imagem de Nossa Senhora Aparecida, uma chance de todos os fiéis também se restaurarem. “Este elemento histórico, factual de Aparecida, também nos obriga a convocar o Brasil para um processo de restauração, a imagem do Brasil está desfigurada”, sublinhou.

“Assim como naquele evento, naquele fato ruim, a imagem foi totalmente quebrada, o povo brasileiro também está em pedaços, então agora é a hora de nós sermos os artistas da restauração, por isso nos meses de maio, junho, julho e agosto nós teremos algumas ações pontuais para dizer: ‘Olha nós temos esperança, porque a imagem de Nossa Senhora também passou por este processo, ela também foi restaurada!”, concluiu o reitor do Santuário Nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *